Comunicação interna e endomarketing são complementares, e muito mais do que camiseta, bótons e festa de final do ano, o grande desafio das empresas não está efetivamente em motivar os colaboradores e mantê-los felizes na organização, em tempos instáveis como estamos passando, engajar tem sido a palavra de ordem, e isso está relacionado com o quanto seus colaboradores estão alinhados com a estratégia e os rumos da empresa quando a maré não anda para peixe.

Ter uma área de comunicação interna é comum entre as grandes empresas, em que o desafio de alinhar diferentes unidades espalhadas por todo o país é uma necessidade real. Com isso, as médias e pequenas estruturas ainda não possuem cultura para desenvolver a área e com isso, faltam investimentos.

Apesar da falta de tais recursos, priorizar o alinhamento dos seus colaboradores com os rumos e os problemas da empresa podem considerar canais de comunicação iniciais, que vão evoluir com o passar do tempo, fazendo com que cada colaborador perceba sua importância para o todo, quando tudo vai bem e quando tudo vai mal.

  1. Interaja com o departamento de marketing

É bastante comum vermos o RH se desdobrando em vários para entender e executar alguns projetos de comunicação interna por conta. Com exceção às grandes empresas, são raros os casos de vermos um departamento de comunicação interna estruturado. No entanto, é mais comum alguém ou uma equipe responder pelo marketing. A sugestão aqui é unir forças para que o marketing dê aquela mãozinha na comunicação interna, o que também não é a especialidade deles, mas de comunicação eles entendem bem, e podem facilitar alguns processos que para descobrir na prática levaria muito tempo, esforço e investimentos.

  1. Invista em bons canais de comunicação

Enquanto a empresa precisa disseminar estratégia, metas e resultados, os colaboradores buscam informações do Recursos Humanos. Prefira sempre adotar um canal de comunicação que funcione, do que vários moderninhos sem grandes resultados. Disseminar a informação pela empresa é o objetivo, qual o caminho dependerá muito das suas variáveis.

  1. Comunicação interna é diária

Converta toda notícia da empresa para dentro, sempre! Escolha ainda a linguagem adequada e  avalie a melhor maneira de falar. Tudo pode e deve estar no seu canal de comunicação, mas os principais responsáveis por incentivar o entendimento da equipe são os líderes.

  1. Campanhas de endomarketing

Isso significa estabelecer ações reais e efetivas para “vender” a empresa para o público interno, fazer com que eles percebam alinhamento entre o que a empresa persegue e o que eles perseguem em suas vidas pessoais ou ainda enxergar que aquele ambiente corporativo contribui efetivamente para seu crescimento e para o crescimento da sociedade sob algum aspecto. Isso engaja, motiva, retém aqueles que comprarem a ideia de permanecer e contribuir para esse ecossistema.

  1. Ações

A festa de final de ano, os brindes e o encontro do dia das crianças são ações alinhadas com os passos acima. Uma festa por si ou um brinde, quando estão fora de contexto podem ser interpretados de maneira diferente do esperado

  1. Profissionalize!

O nosso público interno está cada vez mais informado e exigente, principalmente aqueles que pertencem à geração Y, que consome um volume imenso de informação e estão sempre em busca de algo novo. Profissionalizar tem relação com refinar a mensagem, a criação, a redação.

Afinal, a empresa precisa cuidar da sua imagem para o seu público interno, assim como o faz para o externo. Só assim, conseguiremos o engajamento necessário para atravessar o mar remando, juntos, enquanto o vento não volta a soprar a favor.

Até a próxima!

Por Érika Felizola