Mais do que conquistar clientes, o marketing de conteúdo busca relacionamento e confiança.

Adquirir um produto de qualquer tipo, de qualquer marca e de qualquer parte do mundo hoje em dia está ao alcance de um clique. Os buscadores disponíveis na web, além de encontrar o item desejado, ainda vão comparar as opções mais baratas.

Como se destacar no meio de tantos concorrentes? Com preço, prazo, atendimento, relacionamento, design? Para muitas empresas a resposta é conteúdo.

Valorizar o conteúdo, principalmente no ambiente online, é um diferencial que tem gerado bons resultados.

Que conteúdo oferecer?

Depende da área de atuação da empresa. Se for do segmento da moda, por exemplo, o conteúdo pode trazer dicas de como combinar looks, antecipar tendências, além de dicas de beleza e maquiagem.

Uma agência de viagens pode produzir conteúdos sobre destinos e convidar clientes a dar depoimento sobre suas experiências. Uma academia pode fazer vídeos tutoriais sobre sequência de exercícios. Há uma infinidade de possibilidades, o importante é falar o que seu público quer ouvir.

Como gerar conteúdo relevante?

Encontre algo interessante para seu público e escreva seu ponto de vista como um comentário ou crítica, acrescentando sua própria análise. Aproveite as manchetes dos portais para contextualizar, em sua área de atuação, tendências e notícias de outras indústrias. Esteja sempre atualizado. Converse com especialistas da área e peça ajuda para gerar ideias.

Encontre os problemas que seus clientes enfrentam e tente ajudar a resolvê-los. Pergunte a seus leitores sobre o que eles gostariam de ler!

Os grandes fazem!

A RedBull é um exemplo de marketing de conteúdo bem feito. Grande parte do investimento da marca em publicidade é em geração de conteúdo, criando visibilidade com iniciativas inusitadas. O novo site em inglês da Coca-Cola, outro bom exemplo, foi apelidado de “The Journey” (“A Jornada”, em português), e é uma grande plataforma para contar histórias, em o refrigerante é apenas coadjuvante.

A EMS Genéricos criou no Youtube um canal focado em contar histórias de pacientes que convivem com as mais diversas patologias, e teve 400 mil visualizações em 2014.

Os pequenos também!

O MeCasei.com ajuda noivas a planejar seu casamento. Além do serviço oferecido no site, o blog traz informações e histórias para inspirar e tirar dúvidas de futuros noivos. O portal Minha Vida, de saúde e bem-estar, produz mais de cem conteúdos novos por mês. Segundo, Marcia Netto, diretora de Marketing, o objetivo é ser o primeiro lugar orgânico do Google (SEO) para doenças e sintomas. “Os temas são bem dinâmicos, e sempre há alguma novidade. Mas muitas vezes atualizamos um conteúdo existente, que acaba se tornando um ‘novo’ conteúdo. Por exemplo, os ‘cinco alimentos amigos do diabetes’ podem virar seis ou sete”, diz.
A venda é o detalhe

É importante lembrar que o objetivo principal do marketing de conteúdo não é vender diretamente um produto ou serviço, é uma estratégia estruturada para elaborar e disseminar conteúdo relevante com o objetivo de atrair, cativar e reter clientes. Esse processo gera uma relação de confiança que impulsiona vendas e garante a amplificação da presença da marca na rede. Com as respostas cada vez mais rápidas e prontas, vindas das mais diversas fontes, é cada vez mais importante oferecer um conteúdo relevante para reter o cliente.

Fonte: Revista Desenvolve SP